Guaíra Palace Hotel e demais profissionais participam de capacitação turística

O Curitiba Convention & Visitors Bureau (CCVB) e Instituto Municipal de Turismo (IMT) realizaram, na última semana, evento de capacitação turística para recepcionistas de cerca de 20 meios de hospedagem da capital paranaense.



A ação, que tem como objetivo aprimorar o atendimento aos turistas que visitam a cidade - aconteceu a bordo do ônibus Jardineira, utilizado para o trajeto da tradicional “Linha Turismo” em períodos de grande demanda, e percorreu 13 atrativos de Curitiba.

Participantes da capacitação. Foto: CCVB


Profissionais de hotelaria estão entre os agentes que mais influenciam a definição da programação de visitantes de um destino. “O Bem Receber da cidade passa pelo atendimento qualificado de recepcionistas de hotéis e por isso o CCVB trabalha de forma permanente na capacitação dos seus associados” comenta Tatiane Fagundes, diretora executiva da entidade.

O passeio teve como guia o historiador e pesquisador artístico e cultural do IMT, Alexander da Silva e contou com a presença de profissionais de diversos meios de hospedagem, entre eles o Guaíra Palace Hotel que é um dos poucos estabelecimentos com registro obrigatório em Curitiba.

Guaíra Palace Hotel fica no centro de Curitiba


Foi a vez da capital paranaense receber os fiscais do Ministério do Turismo para realizar a vistoria nos meios de hospedagem. Os agentes iniciaram a ação na quarta-feira (11) e concluíram o trabalho na tarde desta quinta-feira (12). O Guaíra Palace Hotel foi visitado pelo ministério e foi um dos poucos hotéis em Curitiba onde os agentes encontraram o registro obrigatório em Curitiba.

Foram 62 estabelecimentos visitados, sendo 51 notificados por não possuírem cadastro no Cadastur, registro obrigatório conforme estabelece a Lei do Turismo. Outros 11 receberam termos de fiscalização, que representam a visita das fiscais em locais que já estão fechados ou que trocaram de CNPJ e um recebeu infração.



O objetivo da fiscalização foi sensibilizar os prestadores de serviços turísticos sobre a importância de estar regularizado junto ao órgão máximo de turismo no Brasil, que é o MTur. Além de trazer uma série de vantagens para o trabalhador da área, como acesso a financiamento em bancos oficiais do governo e cursos gratuitos de qualificação ofertados pela Pasta, o prestador regular também mostra para o seu cliente que realiza um trabalho legal, sério e seguro.

Conheça Curitiba, clique aqui

De acordo com a Lei do Turismo, o cadastro é obrigatório para agências de turismo, meios de hospedagem, guias de turismo, transportadoras turísticas, acampamentos turísticos, organizadoras de eventos e parques temáticos. Iniciado em setembro do ano passado, o trabalho tem surtido efeito nos números do Cadastur. Em dezembro de 2017, foram identificados 64.591 cadastros, um crescimento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior.