Guia mostra os cartões-postais de Curitiba que abrem na segunda-feira

Turistas que visitam qualquer destino sempre ficam com aquela dúvida sobre espaços culturais e de lazer que abrem na segunda-feira. Para quem está em Curitiba, ou mesmo, para moradores que trabalham no fim de semana e folgam no primeiro dia da semana, a boa notícia é que há vários locais na capital paranaense para explorar na segunda-feira.

Programação Curta Curitiba até segunda. - Na imagem, Jardim Botânico. Foto: Ricardo Marajó/FAS (Arquivo)


“Os parques e o Jardim Botânico estão sempre abertos, mas há outras opções, como museus, centros culturais e bibliotecas”, conta Tatiana Turra, presidente do Instituto Municipal de Turismo.

Programação Curta Curitiba até segunda. - Na imagem, o Museu Oscar Niemeyer. Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Programação Curta Curitiba até segunda. - Na imagem, o Museu Egípcio. Foto: Pedro Ribas (arquivo)

Programação Curta Curitiba até segunda. - Na imagem, , o Museu de História Natural, do Capão da Imbuia. Foto: Erik Jason (arquivo)


Ela lembra que todas as atrações podem ser conferidas no guia Curta Curitiba Até Segunda, disponível no site do órgão ligado à Prefeitura.

Um dos espaços turísticos que abrem na segunda-feira é o Bondinho da Rua XV de Novembro, no Centro. Restaurado pela Prefeitura em 2018, o cartão-postal é atração turística do calçadão desde 1973.

Programação Curta Curitiba até segunda. - Na imagem, Elida Luiza.Curitiba, 02/09/2019. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS


“É muito bonito e a gente ainda pode emprestar livros”, salienta a estudante Élida Luiza Dias de Oliveira, 24 anos, natural de Belém (PA).

 


O local retomou as atividades como Bondinho da Leitura, ponto para empréstimo gratuito de livros e atividades de incentivo à leitura da Fundação Cultural de Curitiba.

Programação Curta Curitiba até segunda. Curitiba, 02/09/2019. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS


Além do Bondinho da Rua XV, também fazem parte do guia Curta Curitiba Até Segunda atrações como os espaços culturais Capela Santa Maria e a Casa Hoffmann, o Museu de Arte Indígena, o Museu da Vida, o Museu de Arte da UFPR e o Museu do Holocausto (com agendamento).



Além disso, é possível conhecer a Ópera de Arame, a Rua 24 Horas, o Conservatório de MPB e a Biblioteca Pública do Paraná. Entre os espaços verdes, só não abrem na segunda o Passeio Público e o Zoológico.