Curitiba próxima de belezas naturais em pólos do turismo de aventura

A combinação de rios, lagos, montanhas, praias e mata atlântica em abundância faz do Paraná cenário perfeito para o turismo de aventura. Pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo em setembro do ano passado com empresas do setor de agências e organização de viagens do Estado, apontou que o segmento Ecoturismo-Natureza-Turismo de Aventura é o segundo mais procurado por clientes no Paraná (16,2%), perdendo apenas para a combinação sol/praia, desejado por 44,4% das pessoas.

Pesquisa apontou que o segmento Ecoturismo/Natureza/Turismo de Aventura é o segundo mais procurado por clientes no Paraná (16,2%). Preparamos um roteiro com dicas preciosas de onde se aventurar pelo Estado. Foto: Valdir Amaral/Esporte PR


Ramo do turismo que movimenta milhares de pessoas e injeta bilhões na economia. Dados da Embratur mostram que o ecoturismo e o Turismo de natureza crescem de 15% a 25% ao ano. Em todo o mundo, 10% dos turistas buscam esse tipo de atração. No Brasil, segundo a agência, entre os turistas que visitaram o País em 2018 a lazer, 16% procuraram pelo ecoturismo, repetindo o desempenho do Paraná.

O estudo apontou que em 2018, ao todo, foram gerados cerca de 80 mil empregos diretos, R$ 2,2 bilhões em renda, outros R$ 3,1 bilhões em valor agregado ao Produto Interno Bruto (PIB) e mais R$ 8,6 bilhões em vendas. Os resultados mostram que, a cada R$ 1 investido, R$ 7 retornam para a economia.



Confira o guia de onde praticar esportes de aventura pelo Paraná:
GRANDE CURITIBA
QUATRO BARRAS
É uma parada obrigatória do turismo de aventura/natureza. Por terra, é possível fazer caminhada, andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo. Nas alturas, as opções são escalada, voo livre e rapel. Além disso, tem também o famoso Morro do Anhangava para quem quer se arriscar no voo livre ou rapel. Em uma hora é possível subir os 1.420 metros de altura do morro e relaxar em meio a uma visão exuberante.

BALSA NOVA
Em Balsa Nova é possível descer as cachoeiras e cascatas do município utilizando-se das técnicas verticais como rapel e cachoeirismo.
Tem ainda a opção de fazer escalada na Área de Preservação Ambiental (APA) Escarpa Devoniana.
Para quem curte pedalar, aos fins de semana há passeios ciclísticos, normalmente organizados por empresas ou grupos de amigos. A cidade também sedia etapas dos campeonatos estaduais de Montain Bike.
Além disso, entre os meses de março e novembro, a cidade realiza a tradicional Caminhada Internacional da Natureza de Balsa Nova, verdadeiro convite para cuidar da saúde e observar as belas paisagens do lugar.