Descubra 7 bairros em Curitiba que você não pode deixar de conhecer

Quem passeia na cidade modelo percebe facilmente os elementos que fazem de Curitiba um dos lugares mais encantadores do país. Ao mesmo tempo em que sua história é preservada nas antigas praças e construções, a modernidade pode ser vista em pontos turísticos, centros culturais e estabelecimentos mais novos. A partir dos anos 50 a cidade cresceu e se dividiu tão rápido que ficou difícil saber quantos bairros tem Curitiba, mas nesse artigo você pode encontrar algumas dicas e sugestões para aproveitar algumas das melhores localidades da capital paranaense.

Bairros em Curitiba com atrações imperdíveis

  1. Alto Boqueirão
  2. Batel
  3. Abranches
  4. Centro
  5. Jardim Botânico
  6. Santa Felicidade
  7. Bacacheri

Saiba mais sobre estes locais e como você pode conhecer os principais pontos turísticos de Curitiba, desfrutar as áreas de lazer ou encontrar boas opções de cultura e gastronomia na cidade. Aproveite as dicas e planeje seu próximo passeio nos bairros da cidade modelo!

1. Alto Boqueirão

Um dos melhores bairros em Curitiba para os amantes da natureza, o Alto Boqueirão é onde fica o zoológico da cidade, abrigo para animais de todo o mundo, como leões, girafas, chipanzés e hipopótamos. Há também um mirante com 40 metros de altura, de onde é possível observar o Parque Regional do Iguaçu, ao redor do zoo.

Este é um dos maiores parques urbanos do país, além de uma área muito frequentada por observadores de pássaros na cidade. Cruzando a Avenida Floriano Peixoto, também podemos visitar o Parque Iguaçu, com quadras esportivas, trilhas em meio à natureza e uma enorme lagoa para a prática de esportes como remo e canoagem.

2. Batel

Considerado um segundo centro de Curitiba, o Batel é um dos locais com mais lojas, hotéis e restaurantes na cidade. Possui ainda três shoppings, todos bem movimentados. É o destino certo para visitar durante o dia, se você deseja fazer compras.

À noite, o bairro não perde seu ritmo e continua agitado, pois oferece dezenas de restaurantes, bares, cafés e casas de shows. A maioria deles é frequentada por jovens curitibanos, mas há estabelecimentos para todos os públicos. Você pode visitar o Batel e outros bairros em Curitiba economizando, basta solicitar uma viagem pelo aplicativo da Uber com o Uber Juntos.



3. Abranches

Bairro que abriga alguns dos principais pontos turísticos de Curitiba, o Abranches recebeu grande parte dos primeiros imigrantes poloneses no Brasil e muitos descendentes dessas famílias ainda vivem na região norte do bairro, que é residencial.

A região sul do Abranches é conhecida pela Pedreira Paulo Leminski, espaço de shows que já recebeu grandes nomes da música nacional e internacional; e pela Ópera de Arame, teatro cercado por um lago artificial que oferece uma das mais belas paisagens em Curitiba. Quem vai lá também pode visitar o Parque São Lourenço, um dos maiores na cidade, que fica no bairro vizinho, São Lourenço, a um quilômetro da Ópera de Arame.

4. Centro

A cidade cresceu tanto que poucas pessoas sabem quantos bairros tem Curitiba, mas a história da pequena vila que deu origem à capital paranaense ainda está preservada no Centro. É possível avistar, na Praça Tiradentes, um pilar marcando o ponto onde os primeiros governantes da vila foram eleitos em 1693.

Também podemos visitar outros pontos históricos como o Passeio Público, parque municipal mais antigo do Brasil e as Ruínas de São Francisco, remanescentes de uma igreja inacabada com mais de 200 anos. Espaços culturais podem ser encontrados por toda parte, como o Teatro Guaíra e vários outros teatros, museus e galerias de arte.



5. Jardim Botânico

O bairro que abriga um dos principais pontos turísticos de Curitiba e de todo o país não poderia ficar de fora. O Jardim Botânico de Curitiba, com sua enorme estufa inspirada no Palácio de Cristal de Londres, é o cartão postal mais famoso da cidade. A construção central abriga espécies da Floresta Atlântica, e da sua parte mais alta podemos ter uma vista privilegiada de todo o Jardim Botânico, com seus belíssimos jardins, árvores coloridas e intervenções artísticas.

Ainda há um bosque com Mata Atlântica preservada e o Jardim das Sensações, onde plantas de várias formas, aromas e texturas são usadas para aguçar os sentidos dos visitantes. Você pode atravessá-los de olhos vendados para ter uma experiência ainda mais singular.



6. Santa Felicidade

Formado, em grande parte, por colonos vindos no norte da Itália, a Santa Felicidade tornou-se um dos mais famosos redutos gastronômicos em Curitiba. A cozinha italiana está presente em toda parte com as tradicionais massas e temperos. Na Avenida Manoel Ribas, a mais movimentada do bairro, podemos encontrar dezenas de restaurantes, além das casas de vinhos artesanais.

A região sul do bairro possui áreas verdes com espaços para socialização, como o Bosque do Italiano, centro cultural onde acontecem a Festa do Frango, Polenta e Vinho, celebração anual que valoriza a cultura e a gastronomia trazida pelos imigrantes.

7. Bacacheri

Um dos bairros com mais atrações na cidade, o Bacacheri conta com o Parque General Iberê de Mattos, ampla área verde com uma lagoa central, quadras esportivas de areia e espaço para caminhadas e piqueniques. O maior centro da Ordem Rosacruz no país está no bairro, com um museu de história egípcia que abriga uma múmia real, a Tothmea, entre seus diversos artefatos, como estátuas, joias e pinturas com traços marcantes da antiga civilização.

Lá também fica o Aeroporto do Bacacheri, onde ocorrem apresentações da Esquadrilha da Fumaça, exposições de aeronaves e aeromodelos. Outra opção é o Bosque de Portugal, espaço com trilhas em meio à natureza marcado por colunas onde versos de famosos poetas portugueses são compartilhados com os visitantes.

E aí, o que achou desses bairros em Curitiba? Agora você pode escolher onde ficam as atrações que mais combinam com seu estilo e solicitar uma viagem pelo aplicativo da Uber para fazer um passeio pela cidade. Aproveite para conhecer o Uber Cash, o modelo de pagamento pré-pago que oferece mais praticidade nas suas viagens.