Corredor de árvores vermelhas é sucesso nas redes sociais e destino turístico do Outono em Curitiba

Mesmo quem nunca passou pela Rua Deputado Heitor Alencar Furtado, no bairro Mossunguê em Curitiba, certamente já se deparou com (inúmeras) imagens dela nas redes sociais. Em especial, neste início de outono, quando as árvores que formam o corredor de ônibus ganham um colorido avermelhado que é a cara da estação.

Corredor de árvores vermelhas é sucesso nas redes sociais. Curitiba.05/05/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

As 853 mudas de liquedâmbares (Liquidambar styraciflua) surpreendem com a sua beleza a cada ano e é quase impossível passar pela via sem fazer um registro sequer. O avermelhado das folhas estreladas aparece após as tonalidades verde e amarela e se intensifica com a luminosidade. No inverno, elas ficam sem folhas.


CLIQUE PARA SABER COMO CHEGAR ATÉ ESSE PONTO TURÍSTICO DO OUTONO EM CURITIBA


Com 20 anos de plantio, estima-se que essas liquedâmbares tenham 23 anos de idade, contando com o período de desenvolvimento das mudas. São árvores originárias da América do Norte (México e Estados Unidos), que têm folhas que variam em tons de vermelho e podem passar de 15 metros de altura.


Corredor de árvores vermelhas é sucesso nas redes sociais dos curitibanos. Curitiba.05/05/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Novas cores

Em breve, um novo corredor de ônibus ainda mais colorido vai ser atração nas avenidas João Gualberto e Paraná. Por lá, serão mil ipês, do Passeio Público até a Igreja do Santa Cândida. Cerca de 700 já foram plantados.

As mudas têm, no mínimo, 1,8 metro de altura e cada trecho terá uma cor. Entre o Colégio Estadual e o Terminal do Cabral são ipês brancos. Depois, até o Terminal Boa Vista, ipês roxos, seguidos por amarelos até o Santa Cândida.